IRPF de verbas trabalhistas segue alíquotas da época do benefício

10 de maio de 2016 - Notícias de Direito Nacional
Imposto sobre a renda de verbas trabalhistas pagas acumuladamente deve incidir de acordo com as al�quotas � �poca que deveriam ter sido pagas

O Imposto de Renda incidente sobre os benefícios pagos acumuladamente, por causa de ação trabalhista, deve ser calculado de acordo com as tabelas e alíquotas vigentes à época em que os valores deveriam ter sido repassados. Assim entendeu a 4ª Turma Especializada do Tribunal Regional da 2ª Região ao rejeitar cobrança sobre o montante global recebido.

O trabalhador recebeu o direito de receber diferenças salariais e parcelas de gratificações natalinas, férias e
FGTS, por exemplo. A Fazenda Nacional alegava que, nas reclamações trabalhistas, o IRPF não deveria incidir sobre as parcelas.

Já o relator do processo no TRF-2, juiz federal convocado Mauro Luís Rocha Lopes, considerou que os princípios constitucionais da capacidade contributiva e da progressividade seriam violados caso a incidência do imposto “não espelhasse a realidade do direito assegurado ao autor na ação trabalhista: a percepção, em cada um dos meses a que se referiu a ação, de determinadas verbas que, somadas, resultaram no valor da
condenação”.

Do contrário, afirmou o relator, o trabalhador seria prejudicado. “Revela-se desarrazoado impor ao autor o ônus de pagar o IR à alíquota máxima prevista na tabela progressiva, quando, por razões alheias à sua vontade, a incidência do tributo deixou de se dar em percentual mínimo ou até mesmo dentro da faixa de isenção, se o recebimento das verbas trabalhistas tivesse ocorrido nos meses em que eram devidas”, afirmou o juiz.

Ele apontou que o Supremo Tribunal Federal, em repercussão geral, já considerou que não se pode penalizar duplamente o trabalhador (RE 614.406). “Esse fenômeno ocorreria, já que o contribuinte, ao não receber as parcelas na época própria, deveria ingressar em juízo e, ao fazê-lo, seria posteriormente tributado com uma
alíquota superior de imposto de renda.”Com informações da Assessoria de Imprensa do TRF-2.

Processo 0002788-32.2011.4.02.5101

Fonte: Conjur.


Notícias

10 de setembro de 2017

INSS convoca 61,6 mil aposentados baianos para nova perícia médica

A intenção é fazer um pente-fino nos benefícios concedidos.

Leia mais...

10 de setembro de 2017

Entenda as principais mudanças da reforma trabalhista

Publicada dia 14 de julho, a reforma altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho

Leia mais...

10 de setembro de 2017

Eleitor pode faltar ao trabalho para recadastrar biometria

Para não ter desconto no salário, funcionário deve solicitar no posto ou cartório da Justiça Eleitoral um atestado de comparecimento

Leia mais...

08 de julho de 2016

Governo publica Medida Provisória para reduzir o rombo da Previdência Social

Segundo o advogado Eddie Parish esta regra não é novidade. Entenda

Leia mais...